CARTA DE DESPEDIDA – AMIGA DE INFÂNCIA

Minha querida amiga,

 

Eu não consigo me lembrar da primeira palavra que trocamos. Ainda estávamos na escola, jogados por acaso na mesma sala. Poderíamos ter caído em outras duas turmas, mas nos colocaram no mesmo espaço. Se um ou outro tivesse sido sorteado para qualquer outra sala, certamente hoje não teríamos a amizade que cultivamos durante todos esses anos. Eu sempre tímido com as pessoas que não conheço, jamais me permitiria ser amigo de alguém que não fosse de minha própria turma.

É verdade que foi necessário que uma terceira pessoa nos apresentasse. Praticamente fazíamos parte de um único grupo, mas cada um era mais próximo de outras pessoas. De uma forma maluca, que não busco mais entender, nos aproximamos. Eu não sei dizer o quanto, nem o quanto isso significava para você, mas posso falar por mim – e isso me basta. Você sabe bem que eu tinha um melhor amigo à época, mas você foi conquistando seu lugar não apenas naquele ano, mas nos outros que se passaram.

Quando tive que mudar de escola, encontramos formas de manter a nossa amizade. E posso falar? Conseguimos fazer isso muito bem. Você sabe tanto quanto eu que nossa amizade fez apenas aumentar em todos esses anos que compartilhamos juntos. Os planos que fizemos, as loucuras induzidas pelo efeito da Coca-Cola em nosso organismo. Quantas vezes decidimos começar um novo projeto, escrever um livro ou organizar uma viagem juntos? Esse último item, inclusive, é o que mais sinto não se tornar realidade.

Amiga, eu sei que você sempre diz para eu ser forte e confesso que me recinto por muitas vezes acreditar que a confiança do desabafo não é recíproca. Eu sei que você tende a se fechar em seus problemas e me incomoda um pouco não ser sua primeira linha de suporte. Confesso que gostaria muito de ocupar esse posto. Você me ajudou e me ouviu demais nos momentos em que mais precisei, especialmente quando minha cabeça bagunçou e enfrentei todos aqueles problemas psicológicos. Você me acalmou quando imaginei que não seria algo superável, compartilhou comigo todo o seu conhecimento e o seu amor.

Eu não podia ser mais grato do que sou pela sua amizade. Ficar duas semanas, um mês sem conversar não significa muita coisa no final. Toda vez que precisamos um do outro estamos lá para socorrer, sempre que conversamos temos aquela intimidade e familiaridade que apenas espíritos afins podem compartilhar. Aliás, acho que compartilhamento é a palavra que define a nossa amizade. Sou grato por tudo o que compartilhamos. Eu juro!

Tendo dito isto, preciso me despedir de você. Hoje estou bem, sem dores. Mas nesse leito de hospital, sempre pensamos na possibilidade da morte. Minha intenção com isso é, caso não haja oportunidade futura, me despedir propriamente daqueles a quem amo. Quero que vocês tenham palavras minhas para recordar quando sentirem falta e que essas palavras ajudem vocês a seguirem em frente.

Não sei ainda a quem entregarei essas cartas, mas tenho quase certeza que será a você. Eu sei que você encontrará o melhor momento para distribuí-las e saberá dizer palavras importantes quando este momento chegar. É, minha amiga, estar na cama de um hospital me permite o tempo livre para pensar nessas coisas. Interessante, né?

Eu te amo, amiga! Minha adolescência não teria sido a mesma sem você. Obrigado pelos planos, pelas risadas, pelos momentos, pelas ligações de horas, pelos vídeos que víamos juntos, pelos projetos, pelos vinhos, pelos rodízios de pizzas, pelas palavras de apoio e pelas horas que ficou comigo neste hospital. Acima de tudo isso, obrigado pelo amor que sinto quando você me abraça e me diz que vai ficar tudo bem. Agora sou eu quem digo: vai ficar tudo bem.

 

Com amor,

Carlos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s