Oi

Confiança é um destino. Uma busca. Somos compelidos a confiar nos outros, em nós mesmos e nas providências. Algumas vezes isso é extremamente fácil, quase como respirar. Outras vezes, é uma dificuldade que não parece ter fim. Como confiar? Quais os caminhos e os segredos que nos permitem ter confiança em quem somos, na vida, na trilha que seguimos?

Há quase dois anos, num ato que considero corajoso, mas ao mesmo tempo que eu pouco podia fugir dele, compartilhei em meu perfil o resultado de meses de apuração: o meu TCC, Amor Avista. Lembro que primeiro eu compartilhei o site apenas em privado, como se duvidasse ter algum dia a coragem de mostrar a todos as reportagens que havia produzido e o resultado de meses de insegurança. Sim, pois aprendera que confiar em nós mesmos quando as coisas dependem apenas de nós não é fácil.

Talvez ainda hoje eu não tenha a confiança necessária para compartilhar o Amor Avista, mas sempre achei injusto que aquelas histórias ficassem confinados apenas às pessoas que julgariam o meu trabalho e àqueles que tornaram possível a sua execução. Então, quase duas horas depois de compartilhar o site em meu perfil, eu tornei a postagem pública e marquei alguns amigos, nem lembro ao certo quantos. Fiquei nervoso e com medo de ouvir críticas, pessoas falando alguma coisa que me deixasse ainda mais inseguro para a apresentação que eu haveria de fazer diante de uma banca dias depois.

Da mesma maneira, poucas vezes compartilhei com as pessoas textos e histórias que eu produzi ao longo de minha vida. Sobre algumas, sequer comentei com ninguém. Talento? Não sei se tenho, mas não acho que esse seja o ponto neste momento. Talvez algumas pessoas gostem, talvez todos odeiem – agradar a todos jamais foi uma perspectiva. Mas sinto que chegou a hora de dar esse salto no escuro, compartilhar um pouco do que produzo ou produzi e, talvez, se eu tiver muita sorte, alguém leia, alguém se relacione e até goste do resultado.

Como eu sou formado por ímpetos, resolvi correr diante de um segundo de decisão e criar o blog – sem muita preocupação estética e peço desculpas se não for navegável. O Continhos do Dudu é um espaço onde vou compartilhar algumas das minhas histórias. Espero que eu tenha a sorte de ter a sua atenção – nem que seja por apenas uma fração de segundos. Espero que uma história toque você, nem que seja apenas por uma frase.

O resto é o que o meu coração tem a dizer. XO.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s